• Pequenices

[Você Sabia?] Sapatilhas de Balé

Até pouco tempo atrás, não existiam sapatilhas e acessórios de Balé nos tons de pele negra.

Bailarinas negras e bailarinos negros precisavam pintar suas próprias sapatilhas ou tutus (parte do vestuário), por exemplo. Foi só de uns anos para cá que as marcas começaram a fabricar outros tons que não os tradicionais brancos, rosados ou perolados, entendidos como “nude”.

Em novembro de 2019, a bailarina Ingrid Silva viralizou na internet ao compartilhar a foto da sua primeira sapatilha com a cor da sua pele. Ela disse: “Pelos últimos 11 anos, eu sempre pintei a minha sapatilha. E finalmente não vou ter mais que fazer isso.”

Primeira bailarina do Dance Theatre of Harlem (EUA), Ingrid é brasileira e destaca a importância e o significado de usar as sapatilhas que sempre quis. Sapatilhas e vestuário feitos em vários tons de pele são uma vitória a caminho de uma maior diversidade na Dança Clássica...


Ingrid também fala da importância da representatividade: “Você não consegue ser, se não se ver em diversas áreas que aspira.”